Tomboy (2011)

de Celine Sciamma

Tomboy para alguns sofre de um mal, que a meu ver acaba por ser a sua maior virtude. A simplicidade que Celine Sciamma opta por dar à narrativa, transparecem às interpretações uma naturalidade invejável. Acreditamos naquela família e sobretudo acreditamos em Laura/Michael, uma criança de 10 anos que recém chegada à nova localidade, finge ser Michael e começa a relacionar-se com as crianças daquele bairro como Michael.

O interessante deste filme é que não existe qualquer manipulação por parte da cineasta em entrar qualquer campo de sexualidade. A realizadora mostra as várias interacções entre irmãs, entre pais e um primeiro amor. O que importa é mostrar aquele Verão, como algo que poderá ter implicações futuras ou como algo estruturante na sua sexualidade para o futuro ou como uma pequena brincadeira de verão. Ao longo do filme vamos tendo as nossas respostas, que, sugerem um ou outro caminho, mas a realizadora habilmente gere  os espaços e nunca toma partidos, para tornar o filme, ( tal como a sua protagonista) ambiguamente cativante.

Previsão de Estreia 19 de Abril

67% by Porcupine

Anúncios

Um pensamento em “Tomboy (2011)”

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s